Plano de negócios para MEI

Seu negócio estará fadado ao sucesso ou ao fracasso dependendo da sua organização e o plano de negócios visa programar o funcionamento de sua empresa.

0

Quando você sai para uma viagem, com certeza, não embarca sem programação, certo? Você sabe o dia, como irá, onde vai se hospedar, quanto deve gastar e quais atividades serão realizadas.

Esse tipo de planejamento deve ser aplicado, também, na sua empresa. Um plano de negócio funcionará como um programa de funcionamento, permitindo que seu empreendimento tenha maior sucesso.

A elaboração de um plano de negócios é fundamental, mesmo para MEI`s. A estrutura simples dessa modalidade não quer dizer que ela não precise ser organizada e bem norteada. Assim, você conseguirá encaminhar seu empreendimento rumo aos lucros, de fato, desejados.

Aprenda, a seguir, como elaborar um plano de negócios para o MEI. O passo a passo é muito simples e fácil de ser aplicado.

Transcreva sua ideia de negócio

Se você planeja abrir um negócio, precisa tirar ele da sua cabeça e passar para o papel. Elabore um projeto e materialize-o!

Qual será a atividade a ser explorada

Defina a atividade que quer trabalhar e o que será feito nela. Planeje serviços diferenciados, analise os concorrentes e o que pode fazer de diferente deles.

Defina seu público alvo

Ao determinar o produto e serviço, precisa saber para quem vai vender. A partir daí, identifique quais são suas necessidades, como vai fazer para atendê-las e de que forma fará a venda ou prestação de serviços.

Também é fundamental identificar o público alvo para precificar seu serviço, organizar o espaço físico e o sistema de atendimento. Lembre-se de que diferentes públicos buscam diferentes produtos e serviços.

Proporcione formas variadas de pagamento

Mais um motivo para conhecer seu público alvo! Como os clientes costumam pagar? Como faço para inserir e atender a estas formas de pagamento?

Entenda que, muita gente tem preferido pagar suas contas com cartões de credito e débito. É importante criar uma estatística das formas pagamentos, passando-as para uma planilha para ter uma noção de como seus clientes preferem pagar pelos serviços adquiridos.

Isso é importante para seu próprio planejamento financeiro. Caso haja muitas vendas a prazo, cheques ou cartão, sabe que levará um tempo para ter o dinheiro disponível em conta. Por isso, será necessário fluxo de caixa suficiente para ir mantendo o negócio até receber.

Negocie com seu fornecedor

Estabelecer boas parcerias, procurando bom custo benefício. Veja fornecedores que ofereçam bons serviços a preços mais baratos. Procure por prazos, descontos, a fim de obter mais lucro na venda e manter seu dinheiro em caixa.

Não misture contas pessoais e administrativas

Jamais misture suas contas pessoais com as de seu negócio. O orçamento de ambos deve ser separado para que saiba se seu empreendimento está tendo lucro ou prejuízo.

Mantenha um bom planejamento para não ter surpresas desagradáveis.

Estabeleça metas

Você precisa saber para onde ir para, de fato, chegar até lá. Analise seu volume de vendas, seus lucros, que material utiliza, qual sua estrutura atual para, assim, estabelecer metas futuras.

Planeje, de forma possivel se ser realizada, o quanto pretende crescer, quanto pretende ter de lucro, dentro de um determinado período. Por exemplo, pretendo vender mais 30% em três meses e angariar mais cinco tipos de produtos para revender ao meu cliente.

Coloque suas necessidades em suas metas e defina um plano para realizá-las.

Para criar um Plano de Negócios, é preciso conhecimento da área em que você está trabalhando, da economia local, capacidade de expansão de mercado e qualquer variável que envolve o negócio. Estude e mantenha-se atualizado, traçando uma trajetória que pretende que sua empresa siga.

O SEBRAE possui bons modelos de plano de negócio, além de orientações de como faze-lo. Procure uma unidade de sua região!

Avalie este artigo

você pode gostar também